O que é SOC (Security Operation Center)?

SOC Security Operations Center

Constantemente os ataques cibernéticos se apresentam como uma grande ameaça para sistemas em rede. Esse risco é ainda maior para as empresas, que acabam tendo seus equipamentos sob risco. Sendo assim, o SOC (Security Operation Center) vem como uma solução de proteção contra esses ataques.

Isso porque os cibercriminosos e hackers se aproveitam de diversas brechas de segurança na rede da empresa para fraudar e compartilhar dados sensíveis de maneira indevida. Portanto, para executarem estes ataques, os hackers acabam utilizando malwares, que roubam dados, prejudicam sistemas e atrapalham o funcionamento eficaz das máquinas e softwares.

Desse modo, o Security Operation Center trabalha de forma integrada, a fim de aumentar a capacidade de proteção de dados e evitar que cibercriminosos atuem, mesmo em uma rede complexa e com diversos usuários simultâneos.

No artigo a seguir do Blog Vegstar vamos abordar tudo o que envolve o Security Operation Center, quais são as principais características, bem como a forma de implementação do sistema e os tipos de SOC mais comuns encontrados no mercado.

    FALE COM NOSSO ESPECIALISTA EM SEGURANÇA


    O que é SOC

    Security Operation Center, em tradução literal, significa Centro de Operação de Segurança. E assim como o nome diz, ele é uma instalação central para proteção de dados.

    Desse modo, é um sistema que analisa e monitora os processos de uma rede de computadores, de forma constante. Com isso, apresenta uma resposta imediata, da equipe especializada, a incidentes organizacionais. Toda essa agilidade busca principalmente eliminar de forma eficaz e rápida qualquer tipo de ameaça.

    Além disso, essa instalação trabalha de forma dinâmica, combinando diversas soluções de tecnologia e conjunto de processos. Junto a uma equipe que analisa até mesmo os alarmes falsos que possam ocorrer.

    A forma de trabalho do SOC consiste em monitorar a atividade de sites, bancos de dados, redes e servidores. Identificando e investigando qualquer atividade incomum, portanto, o sistema cria formas de evitar a infiltração de malware, que estão tentando invadir a rede.

    Ademais, bem como a fácil identificação de ataque cibernético e a forma de atuação, o Security Operation Center também apresenta soluções. Estas soluções servem para bloquear qualquer risco, desde os mais insignificantes aos mais devastadores. Um exemplo disso são os que roubam dados sensíveis e informações bancárias.

    Quais são as características do Security Operation Center

    A principal característica do SOC é centralizar todos os sistemas de segurança que poderiam ser utilizados individualmente. De forma que não exista brechas na proteção total da empresa onde é implantada.

    Isso acontece ao mesmo tempo em que se apresentam outros pilares como características. Estes são: segurança física, segurança lógica, continuidade e monitoramento total.

    Sendo assim, a segurança física é feita através de câmeras e proteção aos equipamentos, para que se previna algum risco imediato de roubo ou manipulação direta ao sistema. Dessa forma se tem todo o controle central desses equipamentos.

    Já a segurança lógica visa formas de autenticação resistentes, como certificados e tokens, para que não haja possibilidade de invasões cibernéticas. Outras ações práticas da segurança lógica são o uso de redes segregadas e a criptografia de dados. Estas ações lógicas são completadas com a orientação aos usuários da rede.

    E essa instalação SOC ainda conta com o monitoramento constante de 24 horas por dia, durante todos os dias do ano. Desse modo se mantém uma continuidade de segurança e backups, até mesmo que de forma remota.

    Com todas estas etapas de proteção que o Security Operation Center oferece, portanto, é possível fazer com que sequestros de dados sejam reparados quase que imediatamente.

    Principais benefícios de implementar SOC

    Tanto quanto entender o que é, e como funciona o SOC, é importante saber quais os benefícios que se tem com a implantação desse sistema.

    Como já explicamos acima, a grande vantagem do Security Operation Center é a proteção da rede, diminuindo o risco de incidentes de segurança. Tudo isso através do monitoramento constante das atividades.

    Entretanto, existem mais benefícios, tais como:

    • Resposta rápida a ameaças;
    • Recuperação de dados roubados;
    • Monitoramento preciso e em tempo real;
    • Detecção de falhas no sistema;
    • Melhores análises de dados.

    Tipos de SOC mais comuns

    Cada sistema empresarial necessita de uma instalação do Security Operation Center específica para gerir de forma adequada. E pensando nas vulnerabilidades que possam se apresentar, de forma a proteger bem a rede.

    Portanto, para atender a diversas demandas, existem alguns tipos de SOC. Os mais comuns são:

    • SOC Virtual: visando pequenas e médias empresas, ou então faculdades e prefeituras sem operações 24 horas, todos os dias;
    • SOC Pequeno: para pequenas e médias empresas que tenham atividades o tempo todo e necessitam de monitoramento total;
    • SOC Grande: para empresas grandes e agências governamentais ou organizações que estejam listadas na Bolsa de valores;
    • SOC em camadas: mesmo público do SOC grande, com o diferencial de ter um SOC pequeno para dividir a carga;
    • SOC Nacional: específica para países ou organizações continentais, trabalha junto com outros SOC grandes para realizar as operações de segurança.

    Como implementar

    Para implantar o SOC, a primeira tarefa é definir uma estratégia que seja específica para aquela empresa. De forma que seja possível ter metas pontuais para cada nicho e departamento protegido da empresa.

    Durante essa etapa de planejamento, outra questão que se deve abranger é a contribuição e suporte aos executivos. Esse suporte será vital para implementar a infraestrutura que será necessária.

    Em geral, todos os tipos de SOC contam com um centro de operação de segurança com firewalls, IPS/IDS, sondagens, detecção de violação e um sistema que gerencia e integra todas as redes de seguranças e equipamentos.

    Dessa maneira, o sistema integrado faz com que se possa monitorar redes e terminais em busca de vulnerabilidades, protegendo os dados sensíveis, e mantendo o sistema com bom funcionamento. De forma que ao mesmo tempo cumpra com os regulamentos e leis vigentes.

    Conclusão

    Em suma, Security Operation Center, o SOC é uma instalação importante para centralizar a proteção de dados e sistemas. Desde as pequenas até as grandes organizações precisam pensar em maneiras de executar a proteção de dados, tanto dos funcionários quanto da empresa em si.

    Para saber mais sobre esse assunto ou contratar algum sistema de segurança, a Vegstar está preparada com os melhores serviços e uma equipe preparada para lhe atender. Entre em contato agora mesmo e agende uma conversa.

    Copyright © 2022 VegStar

    Sobre nós

    Softwares para segurança de endpoints e servidores de arquivos.

    A VegStar também comercializa soluções para Criptografia, Backup e Recuperação, Prevenção para Vazamento de Dados (DLP) e Duplo Fator de Autenticação.

    Entre em contato

    E-mail: contato@vegstar.com.br
    Fone: 11 2385-0863